fbpx
13 passos para uma cirurgia de catarata perfeita

13 passos para uma cirurgia de catarata perfeita

Dra. Adriana Bonfioli assinatura

Se você foi diagnosticado com catarata, não se assuste! Em mãos experientes, essa é uma das cirurgias mais seguras do mundo.

Claro, existem segredos para que ela se torne ainda mais perfeita! Siga nosso passo a passo e veja o mundo com outros olhos!

1. Entenda seu diagnóstico

Entender o que é catarata é essencial para que você se sinta seguro e tranquilo em relação ao plano de tratamento.

Pergunte: o que é catarata? Por que ela acontece?

2. É a hora certa de operar?

Converse com seu oftalmologista sobre o melhor momento para a cirurgia.

Faça as seguintes perguntas:

  • “A catarata está interferindo na minha visão?”;
  • “Ela prejudica a minha qualidade de vida?”;
  • “Em que estágio ela está?”;
  • “Ela está causando outros problemas oculares?”.

3. Como é a cirurgia de catarata?

Entenda como é feita a cirurgia de catarata, desde a anestesia até a recuperação.

Pergunte: “Que tipo de procedimento é a melhor opção para mim?”.

4. Exames pré-operatórios

O cirurgião pedirá exames que avaliam a saúde ocular e auxiliam no cálculo da lente a ser implantada durante a cirurgia.

Pergunte: “Quais exames têm cobertura pelo meu plano de saúde?”.

5. Risco cirúrgico

A cirurgia de catarata deve ser realizada quando o estado de saúde do paciente for o melhor possível.

Pergunte: “Preciso consultar o meu cardiologista para um relatório de risco cirúrgico? Devo fazer exames de sangue e um eletrocardiograma?”.

6. Escolha da lente intraocular

Após a remoção da catarata, que é a lente do olho opacificada, é necessário implantar uma lente artificial em seu lugar. Existem vários tipos de lentes e a indicação depende de cada paciente. A escolha deve ser feita junto ao cirurgião.

Pergunte:

  • “Quais os tipos de lentes disponíveis?”;
  • “Qual a melhor opção para o meu caso e por quê?”;
  • “Qual lente é coberta pelo meu plano de saúde?”.

7. Na véspera da cirurgia

Cuidados gerais: tome um banho caprichado e lave os cabelo, pois isso não poderá ser feito nos primeiros dias após a cirurgia.

8. No dia da cirurgia

  • Faça um jejum de 6 horas de sólidos e 4 horas de líquidos.
  • Na manhã da cirurgia, tome todos os medicamentos de rotina, exceto se forem suspensos pelo seu médico.
  • Chegue à clínica uma hora antes do procedimento, para que sejam iniciados os preparos para a cirurgia.
  • Traga um acompanhante adulto.
  • Traga os exames e relatório de risco cirúrgico, se solicitados.
  • Traga o termo de consentimento entregue pelo médico.
  • Se no dia da cirurgia você acordar com algum sinal de infecção (tosse, nariz escorrendo, secreção nasal ou ocular etc), entre em contato com o seu médico. Pode ser necessário adiar a cirurgia.

9. No bloco cirúrgico

  • Na sala de preparo, uma enfermeira irá pingar colírios no olho a ser operado, para dilatar a pupila;
  • ela irá, também, preparar um acesso venoso para a aplicação dos medicamentos anestésicos;
  • dentro do bloco cirúrgico, o anestesista irá aplicar um sedativo leve, para maior conforto durante a cirurgia;
  • a anestesia local será aplicada com o mínimo desconforto;
  • após a limpeza do local, o cirurgião colocará um pano fino sobre o seu rosto. Não se preocupe! Um cateter de oxigênio é sempre posicionado sob o campo cirúrgico;
  • durante a cirurgia, você irá escutar barulhos variados emitidos pelos equipamentos (e talvez também as conversas da equipe!).

10. Após o procedimento

  • O olho operado é ocluído após a cirurgia;
  • você vai se recuperar por algum tempo na clínica e logo será liberado para ir para casa.

11. Em casa

  • Pingue os colírios de acordo com a receita médica;
  • sempre lave as mãos antes de tocar no curativo, ou pingar os colírios;
  • a concha plástica protetora deve ser utilizada o tempo todo durante 3 dias e, depois, apenas para dormir por mais 3 dias;
  • não esfregue o olho operado;
  • dieta livre;
  • repouso relativo;
  • nos primeiros dias, use óculos escuros ao sair de casa.

12. Período pós-operatório

Você será acompanhado pelo cirurgião nas primeiras semanas após o procedimento. A visão melhora progressivamente, com o passar do tempo.

No primeiro mês após a cirurgia, evite:

  • esportes e sauna durante duas semanas;
  • piscina durante um mês;
  • pintar os cabelos e as sobrancelhas durante um mês;
  • maquiagem na área dos olhos durante duas semanas;
  • dirigir até ter segurança da sua visão.

13. Quando contactar o cirurgião durante o pós-operatório?

Após uma cirurgia de catarata, a melhora da visão e do conforto é progressiva. Não deixe de contatar seu cirurgião caso apresente:

  • olho vermelho;
  • dor ocular;
  • diminuição da visão;
  • inchaço das pálpebras;
  • perda de campo visual;
  • flashes de luz.

Com esses cuidados, a cirurgia de catarata certamente será tranquila e a sua recuperação bem rápida.

Tem alguma dúvida?
Entre em contato conosco!

Equipe da Advision Oftalmologia