fbpx
Membrana epirretiniana

Membrana epirretiniana

Dr. Thiago Rabelo assinatura

A membrana epirretiniana é uma camada fina e quase transparente de material fibroso que se forma sobre a mácula. Com o passar do tempo, a membrana se contrai e pode causar alterações na visão.

Causas e fatores de risco

Na maioria dos pacientes, as causas da membrana epirretiniana são desconhecidas. Porém, alguns fatores de risco são:

  • cirurgia prévia para descolamento de retina;
  • panfotocoagulação (tratamento à laser utilizado para retinopatia diabética);
  • trauma ocular;
  • crioterapia da retina;
  • doenças inflamatórias do vítreo e da retina;
  • doenças vasculares retinianas.

Sintomas da membrana epirretiniana

No início do quadro, o paciente não apresenta sintomas. Com o passar do tempo, a membrana lentamente torna-se mais espessa e pode se contrair, provocando enrugamento da retina e um inchaço na região.

Ocorre uma distorção da visão chamada “metamorfopsia”: objetos com linhas retas, como persianas ou batentes de portas, parecem onduladas ou tortas.

Em casos avançados, a membrana epirretiniana causa diminuição importante da visão.

Diagnóstico

O diagnóstico da membrana epirretiniana é feito por meio do exame de fundo de olho e dos seguintes testes complementares:

Tela de Amsler

Consiste em um grid com um ponto central. Ao fixar este ponto, um paciente com membrana epirretiniana percebe uma distorção nas linhas.

Figura de um exame de membrana epirretiniana por meio de grid

Tomografia de coerência óptica (OCT)

O OCT na membrana epirretiniana mostra uma camada anormal na superfície da retina associada com aumento da sua espessura.

O OCT na membrana epirretiniana mostra uma camada anormal na superfície da retina associada com aumento da sua espessura.

Tratamento da membrana epirretiniana

Nos casos leves e não progressivos, não é necessário tratar a membrana epirretiniana. Porém, quando ela causa alterações visuais o tratamento é cirúrgico.

Inicialmente, é feita a remoção do vítreo por meio de um procedimento chamado vitrectomia. A seguir, a membrana é removida com pinças especiais.