fbpx
Uveíte

Uveíte

A Uveíte é uma inflamação que pode atingir a íris, o corpo ciliar e a coroide. Além disso, também pode afetar seriamente o nervo óptico e a retina. A doença pode surgir em qualquer momento da vida e acometer ambos os sexos. Porém, é mais frequente em jovens adultos.

Quadro clínico

É importante estar atento aos sintomas, como olhos vermelhos, dor ocular, fotofobia e aparecimento de pontos escuros na visão. A piora da visão pode ocorrer a qualquer momento e significar um avanço da inflamação.

Os casos mais graves da doença, quando não tratados adequadamente, podem levar a complicações como catarata, glaucoma e cegueira.

Diagnóstico

O diagnóstico da uveíte é essencialmente clínico, baseando-se nos sinais e sintomas da doença, na análise da saúde do indivíduo e no exame oftalmológico detalhado.

Frequentemente, além dessas informações, o médico precisa solicitar testes laboratoriais para elucidar o diagnóstico como, por exemplo, testes sanguíneos para dosagem de anticorpos contra agentes infecciosos e exames relacionados a respostas auto-imunes do organismo.

Tratamento

O tratamento depende da origem da uveíte mas, basicamente, procura atenuar a inflamação e a dor ocular com o uso de anti-inflamatórios tópicos e colírios. Estes causam relaxamento da musculatura da íris e do corpo ciliar, e o uso de medicação oral em alguns casos.

Se a inflamação tem origem nas causas infecciosas (como sífilis, tuberculose, toxoplasmose e herpes), deve –se empregar o uso medicação específica para combater estes microrganismos.

Se a causa é a doença imunológica (auto-imune), é recomendável o acompanhamento em conjunto com um reumatologista, que cuidará da eventual imunossupressão sistêmica.

A uveíte tem cura, principalmente quando identificada no início. Percebendo algum dos sinais e sintomas, procure imediatamente um médico oftalmologista.